MJFanForum
Cadastre-se agora no fórum com verdadeiro amor ao Rei e Anjo Michael Jackson! Material exclusivo e atualizado diariamente! Já nos conhece? Então faça o login e aproveite!

La Toya Jackson: Eu temia pela vida de Michael

Ir em baixo

La Toya Jackson: Eu temia pela vida de Michael Empty La Toya Jackson: Eu temia pela vida de Michael

Mensagem por izilda em Ter Jun 21, 2011 11:20 pm

La Toya Jackson: Eu temia pela vida de Michael 9781451620580%5B1%5D.grid-3x2

Em seu novo livro de memórias, La Toya Jackson candidamente discute seu vínculo com seu irmão, o superstar Michael e sua opinião sobre as circunstâncias ainda quente e contestada em torno de sua morte prematura. Aqui está um trecho.

Eu sempre temi, vendo as últimas notícias na minha televisão sobre os acontecimentos desde o dia em que Michael me disse que temia por sua vida. Na primavera de 2009, eu estava cada vez mais preocupada com a vida do meu irmão. Sempre vi noticias familiar rolar em torno da minha tela de televisão e ouvia suas músicas reveladoras, sentia que algo de abalar a terra tinha acontecido, eu imediatamente temia ser alguma notícias perturbadora sobre Michael. Então eu fiquei aliviada ao ouvir que era outra coisa.

Em 23 de junho de 2009, eu vi aquelas palavras temidas na tela enquanto eu estava assistindo a CNN. Meu coração disparou, até que eu percebi que o breaking news era realmente a morte do locutor de televisão Ed McMahon.

Então, em 25 de junho de 2009, eu vi essas mesmas palavras na CNN, mais uma vez, e novamente meu batimento cardíaco acelerou.

O que é isso agora? Pensei.

Logo percebi que o breaking news era a triste perda da atriz Farrah Fawcett. Eu fiquei em luto pela passagens de Ed McMahon e Farrah, que tanto deram ao mundo tanto com seus talentos. Mas o meu sentimento principal foi uma sensação imediata de alívio que, até onde eu sabia, meu irmão estava naquele momento seguro.

Liguei para Jeffre, que estava em Las Vegas no momento, e o informei da morte de Farrah. Ele ligou a televisão para saber mais. Depois falamos sobre Farrah por pouco tempo, começamos a falar sobre a morte de modo mais geral, e discutimos a forma como as pessoas famosas sempre parecem morrer em grupos de três.

"Eu me perguntei quem vai ser o próximo", eu disse.

Esta declaração inocente, falado sem pensar muito, logo volta para assombrar-me da forma mais perturbadora possível.

Depois Jeffre e eu desligamos, passei o resto da manhã vendo as notícias sobre Farrah. Embora eu estivesse realmente triste, não foi surpresa, porque todo mundo sabia que ela estava lutando contra o câncer. Enquanto estava assistindo a cobertura da vida de Farrah e sentir tristeza pela dor que sua família estava atravessando, recebi um telefonema de Joseph um pouco depois do meio-dia.

"La Toya, vá até a casa de Michael agora", disse Joseph.

"O que há de errado?" Eu perguntei, preocupada.

"Um fã me ligou e disse-me que Michael estava doente."

Eu entrei imediatamente em pânico, e minhas mãos tremiam quando eu comecei a me vestir. Eu me preparava para sair da minha casa o mais rápido que pude e dirigir os três minutos de casa até as proximidades de Michael, Carolwood. Liguei para Jeffre para alertá-lo para chamar Joseph e ver se ele tinha ouvido algo sobre a condição de Michael, dos fãs ou qualquer outra pessoa que conhecíamos.

"La Toya, Michael está apenas fazendo isso para divulgar seus shows," Jeffre disse.

Isto imediatamente aliviou a minha mente, porque eu sabia que poderia muito bem ser verdade. Eu sabia que Michael não queria fazer os 50 shows de Londres, que estavam programadas para começar em poucos dias. Michael era conhecido, no seio da família, de ter fingido doenças e lesões no passado para evitar compromissos que o desagradou, e eu me senti melhor, e deduzi que este era o caso agora. Eu estava tão certa de que não havia nada para se preocupar que eu abrandei o ritmo em que eu estava me preparando para ir em busca de informações.

Então Joseph me ligou novamente. "Um fã me ligou e disse que há uma ambulância na casa de Michael."

Joseph passou o telefone a um amigo, que me disse que o fã estava agora dizendo que Michael estava a caminho do hospital.

"Esqueça de ir para a casa de Michael", disse Joseph para mim. "Vá para o hospital.
Dizem que ele teve um ataque cardíaco, e ouvi dizer que ele está a caminho do hospital. "

Quando eu ouvi estas palavras, eu estava tão perturbada que eu quase derrubei o meu telefone. Eu não conseguia respirar, pensar ou me mover.

"Apresse-se e chegar lá", disse Joseph, em pânico em sua voz.

Liguei para Jeffre de volta .

"Acalme-se até chegar ao hospital e descobrir o que realmente está acontecendo", disse ele.

E foi me pedindo para fazer o impossível, mas eu sabia que tinha que seguir e me segurar por Michael.
"Você já ouviu falar algo sobre isso?" Eu perguntei.

"Não, mas vou verificar a Internet para ver se eu consigo encontrar algo."

Enquanto Jeffre estava na linha, liguei minha função viva-voz e finalmente consegui me vestir para ir até a UCLA Medical Center, que era onde eles haviam levado Michael. Quando Jeffre falou de novo, eu poderia dizer pelo tom da sua voz que algo estava terrivelmente errado.

"La Toya, apenas relaxe até chegar ao hospital. Mas eu encontrei uma linha de declaração de paramédicos que disseram: 'Sr. Jackson não estava respirando quando nós '- os paramédicos -' chegamos em sua casa ". "

Minhas pernas literalmente dobraram para baixo , e minha visão ficou turva como todo o meu corpo que imediatamente ficou encharcado de suor. Eu estava em choque agudo de tal forma que senti que poderia realmente cair morta. Eu não conseguia falar.

Tudo que eu podia fazer agora era chegar a Michael o mais rápido que pudesse, e orar.

Deus, por favor não deixe que isto seja verdade. Por favor me dê força para chegar ao Michael.

Eu me recompus, mas eu não poderia ficar pronto rápido o suficiente. Eu estava tendo uma reação que eu sempre tinha quando ouvia qualquer notícia ruim. Meu corpo inteiro estava fechando, e eu me senti tão fraca que mal conseguia me mover.

Mas eu sabia que isto não iria ajudar Michael, então eu lutei contra meu pânico e me obriguei a ser forte. O tempo todo, eu ficava orando e falando sozinha em voz alta.

"Ok, La Toya, acalme-se. Michael vai ficar bem. É apenas um ato. "

Mas de alguma forma, eu sabia que isso não era verdade, e quanto mais eu dizia, mais nervosa eu ficava. Tudo que eu podia ouvir era o medo na voz de Michael quando ele me disse: "Eles vão me matar por meu catálogo editorial e minha propriedade."

Eu ainda estava tentando calçar os sapatos, como eu corri as escadas e entrei no carro. Mesmo o hospital estando a apenas dois minutos, parecia uma eternidade.

Enquanto eu dirigia, eu ficava tentando chamar minha Mãe, mas o telefone dela tocou e tocou sem resposta. Eu estava tão desesperada para falar com ela que eu continuei a chamá-la, uma e outra vez, entrei em pânico nos próximos momentos. Finalmente, a assistente de minha mãe, Trent respondeu o telefone dela. Ela me disse que ela estava no carro com ela, dirigindo-se para o hospital.

Eu estava chorando e sem fôlego a ponto que eu mal podia falar.

"Trent, está tudo bem?" Eu perguntei. "Por favor me diga o que foi."

Mas ela não iria responder-me, e seu silêncio me fez chorar ainda mais e mais incontrolável.

"Trent, está tudo bem?" Perguntei novamente, desta vez com mais força. "Ele está melhor?"

Eu podia ouvir minha Mãe falando ao fundo. "Trent, quem está no telefone?" Ela perguntou num tom de voz que eu nunca tinha ouvido antes.

"La Toya", respondeu ela.

A próxima coisa que eu sei, é que ouvi minha mãe ao telefone longe de Trent e gritou tão alto que ouvi no telefone:

"Ele está morto!"

"NOOOOOOOOOOOOOOOOO!" Eu disse, também gritando mais alto .

Uma torrente de soluços sacudiam todo o meu corpo, que parou de funcionar completamente. Eu estava tão fraca que não conseguia mais segurar o volante do meu carro ou nem forças suficiente tinha para o pedal do acelerador para manter o carro em movimento. Buzinei e diminuiu parando ao lado da estrada, quase causando vários acidentes antes de ele finalmente parar. Embora eu tinha menos de um quilômetro da minha casa, eu não sabia onde eu estava, onde eu estava indo, ou o que eu estava fazendo. Abaixei minha janela e enfiei o rosto para a rua.

Vejam vídeo:
http://today.msnbc.msn.com/id/43467060/ns/today-books/


_________________
La Toya Jackson: Eu temia pela vida de Michael Hot218
É tudo por amor.
izilda
izilda
Invincible
Invincible

Feminino Mensagens : 2226
Idade : 61
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

La Toya Jackson: Eu temia pela vida de Michael Empty Re: La Toya Jackson: Eu temia pela vida de Michael

Mensagem por DAYA_BR em Qua Jun 22, 2011 9:46 am

Putz que depoimento estou em lágrimas...
vou ser sincera o mais q posso
não entendo como eles sabiam tanto já premeditavam q ele estava morrendo e nada fizeram
nestas horas q penso em Liz Taylor pq ela quando viu q MJ estava realmente mal
foi contra tudo e todos e o ajudou, mas hj ela nada pode fazer
já penso pq se a familia sabia tanto nada fizeram para tirar ele disso
nada fizeram ficod e cara e muito triste...
Sei q MJ era quem era e pronto mas nada justifica agora eles dizerem q sabiam se nada fizeram...

desculpem-me o desabafo mas eu jamais deixaria de lutar por alguem
se soubesse q ele corria risco..
DAYA_BR
DAYA_BR
Off The Wall
Off The Wall

Mensagens : 595

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

La Toya Jackson: Eu temia pela vida de Michael Empty Re: La Toya Jackson: Eu temia pela vida de Michael

Mensagem por izilda em Qua Jun 22, 2011 12:37 pm

DAYA_BR escreveu:Putz que depoimento estou em lágrimas...
vou ser sincera o mais q posso
não entendo como eles sabiam tanto já premeditavam q ele estava morrendo e nada fizeram
nestas horas q penso em Liz Taylor pq ela quando viu q MJ estava realmente mal
foi contra tudo e todos e o ajudou, mas hj ela nada pode fazer
já penso pq se a familia sabia tanto nada fizeram para tirar ele disso
nada fizeram ficod e cara e muito triste...
Sei q MJ era quem era e pronto mas nada justifica agora eles dizerem q sabiam se nada fizeram...

desculpem-me o desabafo mas eu jamais deixaria de lutar por alguem
se soubesse q ele corria risco..

Day, eu entendo o que voce quis dizer, mas em pleno ano 2009, como poderiamos
imaginar que havia pessoas conspirando contra Michael, são coisas quase que
inacreditávies, e foi ai o erro, acharam que por ele ter ficado arrasado com
as acusações, por ter sofrido ameaças, ele se sentia perseguido e não levaram
a sério, até hoje existem fãs que acham absurdo alguém ter perseguido Michael.
infelizmente foi isso

_________________
La Toya Jackson: Eu temia pela vida de Michael Hot218
É tudo por amor.
izilda
izilda
Invincible
Invincible

Feminino Mensagens : 2226
Idade : 61
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

La Toya Jackson: Eu temia pela vida de Michael Empty Re: La Toya Jackson: Eu temia pela vida de Michael

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum